POP Mais nas redes sociais:

Taylor Swift é proibida de cantar suas músicas antigas e revela chantagem de Scooter Braun

Foto: Reprodução/ Internet

MÚSICA

Taylor Swift é proibida de cantar suas músicas antigas e revela chantagem de Scooter Braun

Taylor Swift usou as redes sociais nesta quinta-feira(14) para desabafar com os fãs. De acordo com a cantora, Scoot Borchetta e Scooter Braun – hoje donos de todas as suas músicas, menos do álbum “Lover” – estão a proibindo de cantar qualquer uma de duas composições.

No texto, a cantora explica que planejava apresentar um mdley de seus maiores sucessos no American Music Awards, onde receberá o prêmio de Artista da Década, porém foi impedida pelos empresários.

A cantora afirma ainda que eles também não permitiram o uso de suas músicas e apresentações em um documentário do Netflix sobre sua vida, que está sendo produzido há alguns anos.

Taylor Swift saiu da gravadora Big Machine Records após o lançamento de seu álbum “Reputation” e perdeu o direito sobre seus lançamentos anteriores. Por ser a compositoras delas, ela decidiu regravar todas do zero para poder ser dona de seu catálogo.

No depoimento, a cantora contou que Scooter e Scott falaram que só permitiriam o uso do material antigo caso ela desistisse das regravações, planejadas para o fim de 2020.

Veja na íntegra:

“Gente, foi anunciado recentemente que o American Music Awards irá me homenagear com o prêmio de Artista da Década na premiação deste ano. Eu estava planejando apresentar um medley dos meus hits da última década. Scott Borchetta e Scooter Braun avisaram que eu não estou permitida de apresentar minhas músicas antigas na TV porque eles dizem que isso seria regravar as minhas músicas antes de eu ser permitida de fazer isso no próximo ano. Além disso – e essa não é a forma como eu pretendia contar essa notícia – o Netflix vem trabalhado em um documentário sobre a minha vida nos últimos anos. Scott e Scooter recusaram o uso das gravações minhas músicas e performances antigas nesse projeto, mesmo que não haja nenhuma menção a nenhum deles nem à Big Machine Records no filme.

Scott Borchetta disse para a minha equipe que eles vão me permitir usar a minha música apenas se eu fizer isso: Concordar em não regravar minhas músicas no ano que vem (o que é algo que eu sou legalmente permitida e estou muito ansiosa para fazer) e disseram para a minha equipe que eu tenho que parar de falar sobre ele e Scooter Braun.

“Gente, foi anunciado recentemente que o American Music Awards irá me homenagear com o prêmio de Artista da Década na premiação deste ano. Eu estava planejando apresentar um medley dos meus hits da última década. Scott Borchetta e Scooter Braun avisaram que eu não estou permitida de apresentar minhas músicas antigas na TV porque eles dizem que isso seria regravar as minhas músicas antes de eu ser permitida de fazer isso no próximo ano. Além disso – e essa não é a forma como eu pretendia contar essa notícia – o Netflix vem trabalhado em um documentário sobre a minha vida nos últimos anos. Scott e Scooter recusaram o uso das gravações minhas músicas e performances antigas nesse projeto, mesmo que não haja nenhuma menção a nenhum deles nem à Big Machine Records no filme.

Scott Borchetta disse para a minha equipe que eles vão me permitir usar a minha música apenas se eu fizer isso: Concordar em não regravar minhas músicas no ano que vem (o que é algo que eu sou legalmente permitida e estou muito ansiosa para fazer) e disseram para a minha equipe que eu tenho que parar de falar sobre ele e Scooter Braun”.

Foto: Reprodução/ Twitter

Foto: Reprodução/ Twitter

Foto: Reprodução/ Twitter

+ MÚSICA

Publicidade

TRENDING

DÁ 1 LIKE

Publicidade
To Top
41.com.tr | www.amasyaescort.org