POP Mais nas redes sociais:

“Eu era muito homofóbico”, confessa Chris Martin, vocalista do Coldplay

Foto: Reprodução/ Internet

MÚSICA

“Eu era muito homofóbico”, confessa Chris Martin, vocalista do Coldplay

Em entrevista à revista Rolling Stone, Chris Martin, vocalista do Coldplay, confessou que já foi homofóbico no passado. Isso mesmo!

O cantor revelou esse pensamento se passou durante sua adolescência, e que o processo de desconstrução se deu com o tempo. “Quando fui para o internado, eu era muito homofóbico, porque pensava ‘se eu for gay, estou completamente fodi** por toda a eternidade’. Eu era um garoto descobrindo a sexualidade”, contou.

Martin ainda contou que ficava aterrorizado com a ideia de ser homossexual, e que chegou a ser alvo de zombarias no internato, com os garotos o chamando de “gay”. “Isso foi estranho para mim, por um tempo. omecei a me preocupar com isso, com certeza. Aos 15 anos, não sei o que houve. Eu fiquei tipo ‘e daí?’ e passou. Foi muito interessante quando eu pensei ‘e daí se for gay’”, relembra.

O líder do Coldplay ainda conta que a religião era um dos tópicos durante o período, mas que com o passar dos anos viu que vários de seus ídolos podiam ser gays e que isso não importava. “Eventualmente, passei a pensar ‘okay, eu tenho minha própria relação com o que penso que é Deus, e não é realmente nenhuma religião para mim”, concluiu.

Chris Martin foi casado até 2016 com a atriz Gwyneth Paltrow e é pai de dois filhos. O cantor também namorou a atriz Dakota Johnson, de 29, por dois anos. Chris namorou ainda a atriz Jennifer Lawrence por um ano.

+ MÚSICA

To Top
41.com.tr | www.amasyaescort.org