Conecte-se a nós

ENTREVISTA | PK fala sobre carreira solo, parcerias e preconceito no funk

Foto: Divulgação

ENTREVISTAS

ENTREVISTA | PK fala sobre carreira solo, parcerias e preconceito no funk

Com apenas 21 anos de idade, PK desponta como um dos nomes mais promissores da nova geração do funk no país. Com pouco tempo de carreira, o jovem acumula números invejáveis nas plataformas de streaming e redes sociais.

Apenas no Spotify, o rapaz ultrapassa a média de 2,5 milhões de ouvintes mensais, sem contar nos mais de 2 milhões de seguidores no Instagram.

Recentemente lançou uma parceria com o cantor Belo, chamada “Indomável”, que já ultrapassa 4,7 milhões de reproduções nas plataformas digitais (Spotify + YouTube). O POP Mais bateu um papo com o PK, e ele nos deu mais detalhes sobre essa parceria e contou mais sobre sua trajetória.

Seu Hit “Quando a Vontade Bater” ganhou a Internet, várias versões incluindo de outros artistas, como você vê isso,era algo que já esperava ou se surpreendeu?

A gente sonha com isso, mas nunca espera, é muito bom ver minha música sendo cantada por artistas de todas as partes do país em diferentes ritmos, uma forma de ver o quão reconhecido estamos sendo.

Como surgiu a parceria de “Indomável” com o cantor Belo?

Em busca de desafios, sair da minha zona de conforto, tive a oportunidade de fazer essa música com ele. Pessoas que trabalham comigo já trabalharam com ele, o que facilitou bem o contato e é um cara incrível, sou fã!

Você integrou um grupo, onde eram várias cabeças e com isso várias ideias. Qual a diferença pra você… Está curtindo mais a fase solo?

Estou feliz com a fase que estou. Consigo trabalhar o tempo no meu ritmo o que faz com que eu consiga transitar entre ritmos e fazer novas parcerias.

Suas Letras, você sempre compõe inspirado em alguma situação sua, ou tudo que vive e observa pode virar música?

Tudo pode virar música. Escrevo sobre tudo aquilo que vivo, vejo as pessoas vivendo, aquilo que sinto quando converso com o beat. Uso a música como forma de expressão e tento imprimir meus pensamentos em cada verso.

Com a Internet tudo se torna viral muito rápido, todos tem acesso a tudo e isso é muito positivo para um artista. Na sua visão o que não pode faltar parar um artista se destacar, dentro e fora da internet?

Verdade. E não só na internet, mas em tudo que fazemos não podemos deixar a verdade de lado. Temos que estar inteiros ali fazendo o agora acontecer.

PK durante as gravações do clipe de “Indomável” (Foto: Divulgação)

Você carrega consigo a frase “ÉoRapéOFunk” é o que te define como artista ou pretende apostar em outro estilo musical?

Eu amo rap e amo o funk, mas eu amo a música em primeiro lugar. Lancei recentemente uma música com o Belo, mais pro samba/ pagode e eu adorei fazer.

O RAP & O FUNK – Dois gêneros no qual sofreram muito preconceito, como é pra você hoje, acha que isso já passou ou ainda sente que os olhares são diferentes ao se tratar desses gêneros?

Muita coisa mudou com o rap e o funk. Hoje esses ritmos estão com mais abertura e mais público com certeza. Mas temos público para todos os gêneros atualmente e isso faz diferença.

Assim como você, existem muitos jovens talentosos, tentando um espaço, se sente responsável por inspira-los e se preocupa em passar uma mensagem?

Me sinto honrado, feliz e eles também me inspiram assim como eu inspiro eles. Em relação a mensagem, eu me preocupo muito mais em passar uma mensagem em forma de postura como ser humano, nas músicas eu tento mais amenizar os momentos de tristezas e trazer a alegria, mesmo assim não deixo de pôr a mensagem em evidência em muitas das minhas composições.

Com qual artista seria seu Feat dos sonhos, tem alguém que gostaria muito de uma colaboração?

Eu já fiz com vários que sonhava, alguns feats ainda são segredos, estão guardados, haha! E outros já estão pertinhos de serem lançados! Mas eu gosto muito da personalidade do Zeca Pagodinho, e no meu atual momento de me desafiar, queria fazer uma parada bem louca com ele! Haha

Quais são os próximos passos na música, os fãs ja podem esperar mais lançamentos, CD ou algo do tipo?

Tenho algumas coisas em andamento e em breve contarei a vocês.

Mais sobre ENTREVISTAS

PUBLICIDADE

TRENDING

POP Mais no #Twitter

Topo