Conecte-se a nós

ENTREVISTA | Pepita fala sobre o lançamento de “Cartas Pra Pepita, o Livro”

Foto: LuizFilho Models

ENTREVISTAS

ENTREVISTA | Pepita fala sobre o lançamento de “Cartas Pra Pepita, o Livro”

A autenticidade de Pepita se tornou evidente em suas redes sociais e foi uma das responsáveis por alçá-la a patamares cada vez mais altos. Após ter ganhado notoriedade com virais como “Tô a Procura de Homem”, “Uma Vez Piranha” e “Chifrudo”, a artista – que já tem 570 mil seguidores no Instagram-, frequentemente defensora da bandeira LGBTQIA+, se jogou em um novo projeto. O quadro do IGTV, “Cartas Pra Pepita”, já está há mais de um ano no ar, com 60 episódios divulgados, e agora se tornará livro. Sob o mesmo título, “Cartas Pra Pepita, o Livro” terá lançamento na Bienal do Livro do Rio de Janeiro no dia 08/09. Nós batemos um papo com a cantora, agora também autora, que contou um pouco sobre toda essa repercussão, seu público consumidor e revelou que fará eventos de divulgação do livro em outras cidades:

 O “Cartas Pra Pepita” começou há mais de um ano e já tem 60 EPs no ar. Você esperava essa repercussão e longevidade?

Eu sempre recebi muitas mensagens de seguidores desabafando e contando que se inspiravam em mim. Acredito que meu jeito espontâneo e a forma leve com que mostro isso, atrai as pessoas. Minha agência, a Mynd, já tinha conhecimento sobre essa interação dos seguidores comigo, ficaram sabendo que o Instagram tinha um projeto de desenvolver o IGTV no Brasil, e pensaram que esse seria um bom conteúdo, que, além de entreter, teria o propósito de contribuir com os internautas. Gravamos o piloto e foi um sucesso, graças a Deus. Até o piloto ficar pronto, eu ficava pensando se as pessoas teriam interesse em assistir uma mulher trans falando de autoestima, quando muitas de nós ainda sofrem preconceito e não se sentem amadas. Mas acredito que tudo que se faz com dedicação, amor e verdade, dá certo. O público abraçou o programa, já recebemos mais de 2.000 cartas.

Como estão as expectativas para o lançamento na Bienal do Livro no Rio de Janeiro?

Estou muito feliz e animada com essa oportunidade. Estamos celebrando um momento importante para comunidade LGBTQIA+. Este ano, pela primeira vez, a Bienal do Livro terá uma mesa para abordar a “Literatura Trans”, e um evento que celebra a pluralidade. Somando a isso, vamos lançar as “Cartas para Pepita”, com o selo Monocó. Um mix de emoções e gratidão.

View this post on Instagram

Ainnn meu Deus OBRIGADA❤️ Engraçado né ? Começou com um convite de uma pessoa tão especial para apresentar esse programa que é a @fatimapissarra 😍 Depois eu fui me encantando, me apaixonando e eu não coloquei a camisa , vesti a camisa junto com essa equipe maravilhosa @music2mynd ❤️ Chorei com algumas histórias , me assustei com outras , consegui plantar algumas sementes de amor próprio , auto-estima ! Mas eu quero muuuuito mais , mais amor próprio , auto-estima, mais valorização como pessoa , respeito , igualdade . E dia 08/09 eu vou ter a honra e o prazer me pisar na @bienaldolivro no Rio de Janeiro🙈❤️😍 Família do RJ eu quero muito poder dar um beijo e um cheiro em vocês . Conto com a presença de todos vocês !! #CartasPraPepitaoLivro @monoco.literatura.lgbt

A post shared by Pepita (@pepita) on

Pretende fazer o lançamento, tarde de autógrafos ou algum evento do tipo em outras cidades?

Sim, estamos preparando junto com a editora do livro uma série de eventos. Estaremos em São Paulo, Campinas, Ribeirão Pires e Belo Horizonte para tarde de autógrafos.

A maior parte do seu público é LGBTQIA+. Eles te influenciam quando você está criando conteúdo para postar nas redes sociais?

Hoje o programa chegou a um patamar que alcançou um público maior que minha bandeira. Desde jovens até mães, donas de casa, assistem e comentam o “Cartas para Pepita”. Sempre fui muito espontânea, gosto de postar o que me dá na telha no momento, se me deu vontade de falar sobre determinado assunto, vou lá e posto, é uma coisa muito minha, e que meus seguidores se identificam.

Por falar em livros, quais livros você lembra de ter lido e de terem te marcado?

[Arrase! de] RuPaul com certeza me inspirou. Conta uma história admirável e leve, uma leitura super agradável. Esse mundo da literatura está sendo uma novidade para mim, com descobertas que estou curtindo muito. A oportunidade de lançar o livro me trouxe essa possibilidade de ampliar meu conhecimento, e depois deste convite para tornar o programa um livro, somando forças e dando mais voz para a comunidade trans, me acendeu um novo gosto, de ter novos livros na cabeceira e na mala de viagem.

E, já que estamos falando de leituras, um livro que você indicaria para o público que te acompanha….

Indicaria ler RuPaul. Como disse, [Arrase!] é um livro divertido e inspirador. Acho a história do Pequeno Príncipe fascinante. E claro indico “Cartas para Pepita”. É um livro para cabeceira da cama, depois de um dia ruim, se você acha que seu problema é enorme, você vai ver que não é, sempre tem uma luz no fim do túnel, além de se inspirar com muitas histórias interessantes e verdadeiras.

Você pode adquirir o seu livro (com desconto!), saber mais sobre o projeto e ficar de olho nas novidades através do site: https://www.cartasprapepita.com.br/

Mais sobre ENTREVISTAS

PUBLICIDADE

TRENDING

POP Mais no #Twitter

Topo