Conecte-se a nós

ENTREVISTA EXCLUSIVA | Produtor francês Tim Baresko fala sobre Brasil e carreira

Foto: Sally Twigg

Fire!

ENTREVISTA EXCLUSIVA | Produtor francês Tim Baresko fala sobre Brasil e carreira

Crescido nos anos 90, Tim Baresko mergulhou desde sempre entre a house music e o hip hop. Começou cedo como DJ, através dos seus vinis e focado em fazer as pessoas dançarem. Claro que não demorou muito para que ele decidisse começar a produzir suas próprias músicas.

A única e particular sonoridade de Baresko já foi levada para gravadoras como Cajual, Toolroom, Bedrock e Defected. Frequentemente em estúdio diariamente buscando novas músicas para animar seu público, Tim Baresko já tocou em países como Bélgica, Itália, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos e França, sua terra natal.

Nós batemos um bate-papo com o moço, e ele falou mais sobre o Brasil, sua relação com o país, e carreira.

Sua música “All I Need” tornou-se um hit muito rápido, como foi o processo criativo?

Eu fiz com o meu amigo (Shiba San) em Miami em março do ano passado durante o Miami Music Week, um festival que dura alguns dias, onde DJs e agências se encontram. Aproveitamos esses dias e a fizemos.

Você possui uma longa amizade com Shiba San, como vocês se conheceram?

Nós nos conhecemos uns 4 ou 5 anos atrás enquanto tocávamos em Paris. Íamos tocar depois de alguém e começamos a conversar sobre como iríamos embora. Depois disso mantemos contato via redes sociais e viramos amigos. Agora somos amigos! (risos)

Como foi o processo de começar a produzir e agora estar no Brasil? 

Eu frequentei uma escola de música aos meus 20 anos e depois eu parei por conta de uma menina. Fiquei parado por uns 3 anos e depois recomecei. Quando recomecei eu conheci Amine Edge & Dance e o Shiba eskort izmir bayanlar San no mesmo ano, tudo aconteceu no mesmo ano e um ano depois disso eu vim ao Brasil pela primeira, há três anos atrás. 

Quando ou como você percebeu que estava no caminho certo? 

Eu ainda não sei se estou na direção certa. (risos) Eu tento fazer o que eu gosto e torcendo que as pessoas gostem também. então eu continuo fazendo e as pessoas seguem gostando. 

Você toca bastante aqui, qual é a sua relação com o Brasil?

É incrível. Quando eu vim pela primeira vez eu fiquei chocado com todas as festas. Eu comecei a vir cada vez mais e com o tempo fiz muitos amigos. Agora quando eu venho eu jogo futebol com meus amigos, então é muito legal.

O que uma pessoa que nunca te viu tocando pode esperar? 

Ritmo. Dança. Eu não sei! House music, techno, groove, alguns vocais legais… Venha e descubra! 

Uma vez você disse que nunca pensou em desistir da sua carreira. O que te mantém focado? 

Antes eu diria que fazer os meus pais se sentirem orgulhosos, mas depois que você toca em grandes festas você quer tocar em festas maiores ainda, tocar em mais lugares, descobrir novos países… É basicamente isso.  

Continue lendo
PUBLICIDADE
Você também pode gostar
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais sobre Fire!

PUBLICIDADE

TRENDING

POP Mais no #Twitter

Topo