Conecte-se a nós

Diretor de “Womanizer”, de Britney Spears, revela que gravadora não tinha ‘grandes esperanças’ para a carreira da cantora

Foto: Reprodução clipe "Womanizer" Britney Spears

Fire!

Diretor de “Womanizer”, de Britney Spears, revela que gravadora não tinha ‘grandes esperanças’ para a carreira da cantora

Joseph Kahn, diretor de clipes como “Womanizer” e do icônico “Toxic”, ambos de Britney Spears, utilizou as redes sociais para relembrar os bastidores das gravações do clipe da era “Circus”.

Lançado em 2008, logo após a internação da princesinha do pop, o disco era apontado (o que de fato foi) como o retorno da nossa fênix do pop ao cenário musical. Apesar do enorme sucesso, Joseph revelou em seu Twitter que o clima nos bastidores não foi tão amigável por parte da gravadora da cantora.

“Eles me deram apenas dois dias para filmar o WOMANIZER. Quando pedi mais orçamento, a gravadora disse: ‘por que daríamos mais dinheiro a uma pessoa louca?’. Eles não tinham grandes esperanças. Mas eu coloquei tudo que pude nele. Eu realmente queria ver Britney voltar. A música foi para #1” afirmou o diretor.

A canção, que completa 11 anos de lançamento debutou em #96, onde subiu de forma meteórica para o topo da parada na semana seguinte alcançando o #1 na Billboard Hot 100. Além do feito “Womanizer” é  apontado como um dos maiores retorno do pop.

O carro-chefe do sexto álbum de estúdio não foi sucesso só nos EUA como também foi top 10 em todos os países no qual a canção charteou. A canção também é uma das queridinhas do fãs, assim como a era, que foi uma das bem trabalhadas pela princesinha do pop com performances televisionadas.

 

BRITNEY ESTAMOS COM SAUDADES DE VOCÊ! (Volta logo)

Imagem relacionada

 

 

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais sobre Fire!

PUBLICIDADE