POP Mais nas redes sociais:

CRÍTICA | “R.I.P”: Sofía Reys lança single “trilíngue” com “pegada chiclete”

Foto: Divulgação

CRÍTICA

CRÍTICA | “R.I.P”: Sofía Reys lança single “trilíngue” com “pegada chiclete”

Essa parceria, que até já pensei ser uma “lenda urbana”, finalmente saiu. Quase um ano após os primeiros rumores, enfim chegou a aguardada collab entre Sofía Reyes, Anitta e Rita Ora.

Eu poderia esticar o papo, mas serei breve, bem como a canção…Fato é que reggaeton é um convite à dança. Quem não se contagia com a “pegada”? Mas apostar novamente no mesmo ritmo, ainda mais em 2019, talvez, veja bem, talvez seja o Calcanhar de Aquiles do single.

Sofía emprega toda a sua sensualidade nos versos, e o efeito é instantâneo. Você se sente seduzido à cantarolar “baribambam baribambambim baribambam…”, trecho icônico da letra, que é um meme certo. A mescla de vozes também caiu super bem. As três conseguem se unir de forma tão bem e sutil, que uma nova parceria já pode ser cogitada. Olha a dica!

Sabe aquela promessa de single “trilíngue”? Bem… Sofía canta em espanhol, Rita em inglês, assim como Anitta. E a terceira língua? O português aparece ali, jogado, que facilmente se confunde com o espanhol, limitando-se à um mero “a gente veio” rapidamente completado por um “have fun”!?! Oi? Tá, é trilíngue sim.

A produção com certeza é voltada para as pistas, o corpo dança sozinho ao ouvir. Mas aqui, um aviso aos DJs: remixes são totalmente desnecessários. A faixa funciona bem na composição atual e arriscar levá-la para outro estilo pode ser uma dor de cabeça. Porém se for arriscar, boa sorte!

Apesar da música ser da Sofía, é esperado que uma “participação” seja mais que apenas alguns relances. Rita e Anitta cantam muito pouco, e essa ausência na canção com certeza foi notada, tanto que compensaram no clipe.

Falando nele… o clipe trás as cantoras em meio à um cenário tropical. Lembra muito uns casarões de novela mexicana sabe? O amor de Gaivota e Sebastião em “Café com Aroma de Mulher” poderia ter sido filmado facilmente aqui. Faltaram opções de cenário, mais locações e, quem sabe, mais calma na edição? Os cortes são a todo instante, de forma abrupta, não combinou com a sensualidade da canção.

“R.I.P.” lembra muito uma outra música de Sofía, “1,2,3”, parecem até irmãs siamesas. Uma sonoridade repetida, em um ritmo que aos poucos vai saturando. É aqui o desafio da faixa, crescer, sendo mais do mesmo…

De 0 a 10, um redondo 8 é a cara de “R.I.P.”. É aquele aluno mediano, que faz o dever de casa, passa por média, mas que não fica para a história do colégio.

Baribambam …

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CRÍTICA

Publicidade

TRENDING

DÁ 1 LIKE

To Top
41.com.tr | www.amasyaescort.org