POP Mais nas redes sociais:

“Corpo a Corpo”: Canto Cego lança sobre a diversidade humana

MÚSICA

“Corpo a Corpo”: Canto Cego lança sobre a diversidade humana

Com pegada forte pegada social, o Canto Cego liberou nesta terça-feira (05/11) seu novo clipe “Corpo a Corpo”. A música fala sobre a herança genética da qual somos frutos a partir de uma única origem.

Para o seu clipe, nada mais simbólico do que trazer o próprio corpo como protagonista, representando a ideia de que somos todos feitos da mesma matéria, independente das nossas diferenças. “Se eu carrego em mim o mundo inteiro e o mundo inteiro tem uma grande história, por que não nos unimos dentro um ser e uma única voz?”, questiona a vocalista Roberta.

Com duas mulheres comandando a direção, Jéssika Goulart como diretora geral e Andrea Cebukin como diretora de fotografia, o clipe traz amigos, parceiros e familiares da banda para compor essa mescla que representa a nossa identidade. Gravado no Crescer e Viver, circo social do Rio de Janeiro, o clipe traz simbologias das partes do corpo, da árvore humana, da gestação e da criança, que representa o chamado para um despertar. “O sagrado visto na ancestralidade, na criança, na semente, no beijo, na conexão e nos corpos. A intenção foi criar imagens que expressassem este sagrado que se conecta com o todo, que é a própria natureza em tamanha grandeza sendo parte dessa imensa energia de ciclo, de vida”, explica a diretora Jéssika.

Assista:

A canção faz parte do disco recém lançado da banda, “Karma”, que simboliza o mergulho na jornada do ser a partir do encontro da poesia com a música com timbres inusitados e ritmos brasileiros. “Passeamos entre os processos de raiva e de cura, entre os sentimentos chave de uma transformação, entre o indivíduo e a sociedade”, conta a vocalista Roberta. Com elementos de percussão e cordas que se fundem ao rock poético do grupo, o novo trabalho afirma a brasilidade e enfrenta o karma trazendo a força da natureza como ponto de partida. “O desconhecido e o confortável se abraçam em uma jornada que transmuta do tato da terra, ao caos do fogo e a leveza dos ventos”, completa.

Produzido por Felipe Rodarte, gravado no Estúdio Toca Do Bandido e lançado pelo Selo Toca Discos, Karma traz a dramaturgia dividida em 14 faixas que vão do samba a ritmos afro, passando pelo carnavalesco, funk e poesias recitadas.

“Passarada”, primeira faixa do disco, já teve seu clipe lançado e representa o renascimento. Corpo a Corpo chega para simbolizar o primeiro contato do ser humano com as múltiplas histórias e diversidades que carrega na sua pele, nas suas cores e no seu ventre, fonte geradora de toda a nossa vida. O single foge à regra do tradicional rock da banda, trazendo uma cadência mais suave com sutilezas na percussão, menos presença de guitarras e um mantra para finalizar.

SOBRE CANTO CEGO

Canto Cego é o rock em sua essência somado à delicadeza da poesia. Ao vivo, o quarteto formado por Roberta Dittz, Ruth Rosa, Magrão e Rodrigo Solidade surpreende pela energia de sua performance e pelos múltiplos universos criados em cada música. O grupo coleciona os prêmios de 1º lugar do Festival da Nova Música Brasileira (2012) e do Planeta Rock (2014). Já subiram aos consagrados palcos do Circo Voador, Teatro Rival e Imperator, ao lado de bandas como Detonautas, Supercombo, Cordel do Fogo Encantado, Ira, Fresno, Johnny Hooker e Mahmundi.

Em 2015, foram convidados para o Montreux Jazz Festival, na Suíça, onde realizaram uma pequena turnê. Recentemente, a banda se apresentou no Rock in Rio 2019 como headliner do Palco Favela, além de ter a versão de Zé do Caroço na trilha sonora da novela Malhação.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ MÚSICA

Publicidade

TRENDING

DÁ 1 LIKE

Publicidade
To Top