Conecte-se a nós

Com participação do Maneva, Pedra Letícia mistura ritmos e romantismo em novo álbum

MÚSICA

Com participação do Maneva, Pedra Letícia mistura ritmos e romantismo em novo álbum

Quem conhece Pedra Letícia sabe que a irreverência é parte fundamental da história da banda. Não seria diferente com o novo álbum, Velhos Goianos Começou Risare, que já traz em seu título o toque de sátira e ironia que são marca registrada do grupo. Lançado nessa sexta, o novo trabalho também traz canções românticas, narrativas mais profundas, provocações, além da clássica pluralidade de ritmos, que vai do country ao baião.

Completando 14 anos de trajetória em 2019, o novo álbum é uma síntese da essência dos integrantes da banda, que se isolaram em uma casa litorânea para intensificar o processo de composição das novas músicas. “A gente nunca se prendeu a nada, nunca se obrigou a fazer nenhum tipo de música específica. Inclusive, nem toda música precisava obrigatoriamente ser divertida ou engraçada. Isso está espelhado no novo disco, que está bem a nossa cara”, conta o vocalista Fabiano Cambota.

A experimentação musical sempre esteve no DNA da banda, assim como as letras provocativas e questionadoras. O álbum foi totalmente produzido pela banda com instrumentos e vocais gravados ao vivo. “Pedra Letícia é isso: quatro caras que se encontraram e que se completam de alguma maneira. Todos são muito diferentes um do outro, mas o bom humor e a tolerância é o que nos une”, conta o guitarrista Xico Mendes.

História Com Fins, com clipe em animação já lançado em agosto, faz uma sátira motivacional e conta a história de uma banda que vive situações inacreditáveis para continuar existindo. Com o clima de uma boy band dos anos 90, além de vários clichês, a canção foi composta por todos os integrantes e não resta dúvidas para quem ouve: é definitivamente uma música da Pedra Letícia.

Mentira, Verdade, Mentira foi criada inicialmente para o jingle de um comercial de cerveja que, no final das contas, acabou se transformando em uma canção do álbum. O trabalho também traz canções românticas compostas por Cambota sobre amor, relacionamento à distância e friendzone, como Se Fosse Eu e Final da Estrada, que conta com participação especial da banda Maneva e metais da Orquestra Brasileira de Música Jamaicana.

Em uma homenagem inusitada a Chico Buarque, Só o Chico Pode traz a participação de Rick Ferreira, antigo guitarrista e fiel escudeiro de Raul Seixas, tocando steel guitar. Elementos de country e saloon estão presentes em Rotina, que apresenta um clima dos anos 30 na sonoridade, retratando a realidade e os perrengues da banda com uma letra divertida.

O disco também traz maracatu em Crença, baião em O Juiz e o Jardineiro, regravação de Dr. Silvana & Cia em Êô e quarteto de cordas e voz em O Menino e o Pássaro, canção que fecha o disco com mensagem sobre saudade e liberdade, com história inspirada no livro A Menina e o Pássaro Encantado, de Rubem Alves. O processo de produção do novo álbum vai ganhar documentário de making of, que será lançado em breve nos canais da banda.

Escute:

 

Pedra Letícia é formada por Fabiano Cambota nos vocais, Pedro Torres na bateria, Kuky Sanchez no baixo e Xiquinho Mendes na guitarra.

Continue lendo
PUBLICIDADE
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais sobre MÚSICA

PUBLICIDADE

TRENDING

POP Mais no #Twitter

Topo