Conecte-se a nós

Bnegão tem show encerrado no Mato Grosso do Sul após críticas à Bolsonaro

Foto: Montagem POP Mais/ Reprodução

MÚSICA

Bnegão tem show encerrado no Mato Grosso do Sul após críticas à Bolsonaro

Censura? Fortíssima no Mato Grosso do Sul! Policiais militares interromperam o show de Bnegão após ele criticar o atual governo de Jair Bolsonaro. O próprio público levantou um coro contra o Presidente, mas a apresentação acabou sendo abruptamente interrompida pelos oficiais presentes.

O fato aconteceu na madrugada de sábado(27) para domingo. O som foi cortado por ordem dos policiais. O relato de BNegão, um dos artistas mais importantes do rock e do ryhthm & blues do país, foi publicado pela revista Fórum. É o terceiro caso grave de ataque a shows de música por motivos políticos e todos perpetrados por policiais militares de Estados diferentes neste ano.

Veja:

Foto: Reprodução/ Instagram

Foto: Reprodução/ Instagram

Foto: Reprodução/ Instagram

Em nota, o prefeito Odilson Arruda Soares (PSDB) repudia a atitude dos artistas e presentes no evento e considera que as criticas foram “desrespeitosas”. “Antes de tudo, é importante destacar que o evento é promovido pelo Estado de Mato Grosso do Sul e não tem viés político, sendo um festival cultural”, publicou Soares.

A Prefeitura de Bonito, cidade onde ocorreu o show, também publicou um comunicado, enviado ao jornal Campo Grande News, onde critica a manifestação: “A Prefeitura de Bonito entende que todos tem direito a expressão, mas não concorda com manifestações explícitas de lados políticos, ou mesmo desrespeito aos atuais governantes durante o evento, seja por artistas contratados e pagos com recursos públicos federais, estaduais e municipais, ou por parte do público presente”.

Liberdade de expressão é um direito fundamental do homem que garante a manifestação de opiniões, ideias e pensamentos sem retaliação ou censura por parte de governos, órgãos privados ou públicos, ou outros indivíduos. No Brasil, aliberdade de expressão é garantida pelo artigo quinto da Constituição Federal.
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais sobre MÚSICA

PUBLICIDADE