POP Mais nas redes sociais:
Foto: Rodolfo Magalhães

MÚSICA

A explosão Pocah!

A funkeira que vem dominando a cena brasileira e está pronta para vôos internacionais

Com apenas 25 anos de idade Viviane de Queiróz Pereira, nome de batismo da Pocah, vem conquistando o mercado do funk nacional e já começa a bater asas para voar além das nossas fronteiras.

Desde que sua primeira música explidiu nas paradas de sucesso, lá em 2012, a artista vem em uma crescente, acentuada com lançamentos que cravaram de vez seu nome na indústria fonográfica em 2019.

Recentemente, o clipe “Não Sou Obrigada” cruzou a linha das 50 milhões de visualizações no YouTube. Um feito digno de comemorar, uma vez que o estilo é um território dominado por homens e praticamente uma única produtora.

Obviamente esse sucesso não caiu do céu, muito pelo contrário. Sua postura sempre foi de uma mulher forte e batalhadora. Inspiração para várias mulheres em seus shows, a cantora sempre valorizou e reforçou sua independência e empoderamento.

São 9 anos de carreira, mas sua relação com a música vem bem antes disso. Com 12 anos, ela acompanhava o irmão em shows da banda que ele tinha e ficava vidrada naquele ritmo forte e pungente. O funk entrou na vida da cantora quando a mesma cursava o colegial. Durante o período letivo, ela conheceu algumas jovens que dançavam o estilo e começou a segui-las em shows e gravações. Foi em um desses episódios que Pocah cantou pela primeira vez. “Eu sento rebolando, chamando seu nome” foi elogiada por dois DJs na época. Sem saber, aquele seria o pontapé inicial da carreira da cantora.

Com 16 anos, ela fez sua primeira turnê pelo Brasil. Com ascensão em São Paulo, a morena rodou o país, passando pelos estados do Espírito Santo, Brasília, Rio de Janeiro, Porto Alegre, dentre outros. A partir daí não tinha mais volta! Pocahontas, seu nome artístico na época, entrava de uma vez, porém ainda tímida, no mainstream do estilo que se tornaria febre no país.

Em tempos de plataformas digitais, quem sabe envolver o público é rei! No início de 2019, mudou seu nome para apenas Pocah, e se tornou uma das cantoras de funk mais seguidas no Instagram Brasil, sem contar sua legião de ouvintes que se distribuem nos serviços de streaming. Apenas no Spotify são mais de 3,2 milhões por mês, e vem crescendo de forma exponencial.

No último final de semana, deu início a sua nova turnê “Não sou obrigada (NSO)”. O show, que rolou no Rio de Janeiro em pleno meio da semana, mostra a força da artista que lotou a boate The Week. Uma estrutura de dar inveja a grandes artistas, com uma produção digna de diva pop! Não por isso a agenda da Pocah é super disputada, com várias apresentações marcadas pelo país.

Imagem relacionada

Austin Mahone e Pocah no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/ Twitter)

Da mesma geração onde saíram nomes como Anitta e Ludmilla, Pocah é a prova viva que com muito trabalho e determinação se alcança resultados! Tietada por artistas internacionais, como Austin Mahone e Karol G, a “estrada de tijolos amarelos” rumo a carreira internacional está mais do que traçada. Resta agora começar a caminhada, que não deve demorar!

Em resumo, Pocah se destaca pela sua personalidade inspiradora, beleza inebriante, talento inconstestável e na entrega pela sua arte. Qualidade raramente reunidas em um único indivíduo, que por quando acontece resulta em um único destino: sucesso!

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ MÚSICA

Publicidade

TRENDING

DÁ 1 LIKE

Publicidade
To Top
41.com.tr | www.amasyaescort.org